ElzuKi (Eltern zusammen mit Kindern) –

Pais e filhos juntos

O mundo torna-se cada vez mais internacional, também dentro da sala de aula. O projecto Elzuki destina-se particularmente a pais em situação bilingue, inclusive de culturas extra-europeias.

Como podem os pais apoiar os seus filhos no sistema escolar suíço?

No projecto Elzuki é oferecida ajuda aos pais para poderem apoiar os filhos a atingir os objectivos de ensino correspondentes ao ano escolar que frequentam. Elzuki propõe:

  • Cursos para pais até 10 lições por ano escolar.
  • Do Jardim Infantil (Kindergarten) até à terceira classe.
  • Fichas para trabalho de casa em sete línguas
  • Cursos leccionados por educadoras de infância (Kindergärtnerin) ou por professores
  • Alguém que toma conta das crianças durante os cursos
  • A participação gratuita no curso

Os cursos são leccionados pelos próprios professors do seu filho, tanto da escola como do Jardim Infantil. Os professores são preparados para isso com uma formação especial. Existe a possibilidade de um acompanhamento telefónico posterior.


Conteúdos do curso

Durante as sessões do curso serão expostos os métodos e os objectivos do ensino público suíço. Exercícios práticos ocupam grande parte das lições. Os jogos que ajudam a aprendizagem são logo experimentados e são dados aos pais trabalhos de casa, que lhes permitem depois ensinar os filhos. Assim os pais aprendem de que modo os seus filhos são ensinados na escola. Isto é normalmente bem aceite pelos pais e pode melhorar os resultados escolares das crianças.

Os paralelismos e diferenças dos diversos sistemas de ensino são discutidos durante as sessões. Através da reflexão da própria experiência escolar dos pais estas podem ser utilizadas como recursos. O objectivo é reforçar a cooperação entre os professores e os pais no empenho de todos na progressão escolar dos alunos.


Übersetzungen

Albanisch | Italienisch | Portugiesisch | Serbisch/Kroatisch/Bosnisch
Spanisch | Türkisch | Tamilisch

» Druckversion

 

 
 


Wie sich ElzuKi
auswirken kann:
Erfahrungsbericht

» weiter